Current Location Noticiários
Cada vez mais empresas de Hong Kong e Macau instalam-se em Hengqin para procurar espaços de desenvolvimento mais amplos na Grande Baía
Source:hengqin.gov.cn Updated:2022-07-04 Font L M S

Como a única zona de comércio livre ligada a Hong Kong e Macau por via terrestre e as pontes, Hengqin proporciona uma plataforma para Macau e Hong Kong se expandirem para oeste e abrirem o vasto mercado na ala oeste do Delta do Rio das Pérolas e mesmo na grande região sudoeste. Com o estabelecimento formal da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin, foi libertada uma série de dividendos políticos a um ritmo acelerado, permitindo que cada vez mais empresas de Hong Kong e Macau "se instalem" em Hengqin e se dediquem a procurar espaços de desenvolvimento mais amplos na Grande Baía.

Em 2019, o governo central concedeu a Hengqin a posição de desenvolvimento como "Ilha Internacional de Lazer e Turismo", propondo a construção de uma base de primeira classe de turismo e lazer a nível internacional, e a melhoria geral da gestão e serviços turísticos em torno da facilitação de desalfandegamento, normalização do turismo e internacionalização do ambiente turístico. No mesmo ano, a construção da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau foi completada sobre Lingdingyang, o que permite o estabelecimento da ligação direta entre Hengqin, Hong Kong e Macau por via terrestre e as pontes e a realização acelerada do sonho "círculo da vida de uma hora", tendo criado condições no sentido de atrair os residentes das cidades vizinhas para passarem férias e fazerem visitas em Hengqin e de aprofundar a cooperação cultural e turística com Macau e Hong Kong.

Já em 2009, o Grupo Lai Sun de Hong Kong investiu em Hengqin para construir o Novotown, projeto de entretenimento internacional para lazer e turismo, que integra recursos de toda a província de Guangdong, Hong Kong e Macau para criar um complexo cultural e turístico "one-stop", construindo um novo modelo no âmbito de "alimentação, compras, alojamento e diversão" para turistas de todas as idades.

Além disso, o Novotown encontra-se dedicado a criar os lugares e percursos de turismo de estudo,que combinam a educação e a recreação e ajudam no crescimento dos jovens, para estudantes e famílias com crianças. O Grupo Lai Sun espera desempenhar um papel como ponte no intuito de fazer mais jovens de Hong Kong entrarem na Zona de Cooperação e experimentarem o seu desenvolvimento, inflamando o entusiasmo de mais jovens de Hong Kong para se integrarem no desenvolvimento da Grande Baía.

1.jpg

Novotown  [Foto: Zhuhai Media Group]

No ano passado, o Grupo Lai Sun assinou contratos com a Baolian Commerce da Gree Real Estate Property Servicese o Grupo Zhuhai Duty Free, esperando integrar os recursos vantajosos de Hong Kong e Macau para dar um novo ímpeto ao consumo cultural e turístico da Zona de Cooperação e ajudar no desenvolvimento da indústria cultural e turística inovadora. Em seguida, o Grupo irá aumentar o seu investimento nos projetos sobre o Novotown para promover, em associação com Hong Kong e Macau, o novo formato industrial "turismo+" e criar novas tendências diferentes em relação ao turismo e à cultura, aproveitando o apoio da política industrial altamente aberta.

Para o alargamento do âmbito da cooperação entre Guangdong, Hong Kong e Macau, a moderna indústria de serviços é o "foco principal". Ao longo da trajetória da "conceção de nível superior" do Estado, os três locais, nomeadamente Hengqin, Macau e Hong Kong, podem gerar, através da "ligação dura" e "articulação suave", um ímpeto de desenvolvimento em ressonância de mesma frequência.

Localizada em Hengqin, a Consultoria de Design Huazhong Lianchuang (Hengqin) Limitada é a primeira consultadoria de design na China continental que combina profissionais de Hong Kong, Macau e a China continental no campo da construção e é operada conjuntamente por Guangdong, Hong Kong e Macau. A empresa introduziu o modelo maduro de gestão de engenharia de Hong Kong e Macau, os serviços de consultoria de engenharia de processointeiro, construção verde e desenvolvimento de carbono zero, entre outros conceitos de vanguarda, para conseguir a "ultrapassagem na curva" através de inovação.

O Centro Logístico Dah Chong Hong de Hengqin, cuja empresa-mãe é o Grupo Dah Chong Hong de Hong Kong, começou a operar em Hengqin em 2014 para fornecer serviços "one-stop" de logística e armazenagem para Macau e Zhuhai, tais como armazenamento à temperatura ambiente e de cadeia de frio, logística alfandegária e serviços de circulação com valor acrescentado.

Segundo o Dr. Li Yupei, gerente geral da Dah Chong Hong Hengqin Total Supply Chain Management Limitada, com a conclusão da construção da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, Hengqin tem tirado o máximo partido da sua vantagem de localização em relação à ligação a Hong Kong e Macau para promover a redução de custos e aumento de eficiência na logística, fornecendo um bom complemento à empresa para realizar a logística transfronteiriça e o comércio transfronteiriço. Espera que se reforcem os laços económicos e comerciais com Hong Kong e se acelere o desenvolvimento inovador das indústrias de serviços modernos, tais como finanças e logística, aproveitando a vantagem única de Hong Kong como plataforma logística internacional.   

Em 2019, foi organizado um grupo de 1.000 residentes de Hong Kong para visitar Hengqin, e a Dra. Zhang Jiewei, fundadora da Zhuhai Xiaoshikang Technology Limitada, foi uma delas. No final de 2019, ela fundou a Zhuhai Xiaoshikang Technology Limitada, que se tornou uma das primeiras empresas apoiadas pela Federação das Mulheres de Hengqin e começou a operar na Base de Incubação para Inovação e Empreendedorismo de Mulheres da Zona de Cooperação Aprofundada entre Guangdong e Macau em Hengqin. Atualmente, a empresa encontra-se principalmente envolvida em desenvolvimento de camas hospitalares de tecnologia inteligente, especificamente para os idosos, pacientes paralisados ou deficientes incapazes de se mover após cirurgias. Para o futuro, a empresa planeia abrir um mercado mais vasto, estabelecendo ligação aos lares para idosos privados em Hong Kong e Macau.

"Espero que a Zona de Cooperação organize mais atividades culturais e recreativas para promover o intercâmbio entre os dois locais após o fim da epidemia, de modo a que as marcas da Zona de Cooperação possam ser mais amplamente divulgadas e os residentes de Hong Kong possam ver as preferências e benefícios políticos de Hengqin", disse a Dra. Zhang Jiewei.